Relato da família que viajou pela Turquia com crianças

 

“Nossa viagem para a Turquia na segunda quinzena de março de 2013 foi fantástica. Rodamos mais de 3.000 km pelo pais e vivemos as mais incríveis experiências, que vão desde o passeio de balão na Capadócia até a imperdível corrida de taxi maluca pelas ruas de Istambul, pois o que eles correm….


Tudo começou com uma viagem de avião pela Turkish, num belo Boeing 777-300ER, ano 2011, com cheiro de carro novo e um excelente atendimento. A companhia dispõe de uma “Comfort Class”, intermediária entre a excutiva e a econômica, que vale a pena conhecer. Assento de executiva e atendimento excelente, com um pequeno buffet aberto durante os vôos. A viagem é longa, de 13 horas, mas muito agradável e confortável. O vôo é direito entre São Paulo e Istambul.

Logo na chegada a Istambul se percebe que é uma cidade linda, com grande canteiros de Tulipas, cheia de contrastes, repleta de Mesquitas, trânsito intenso e gente do mundo todo. Também tem ruínas da antiga Constantinopla (agora eu descobri porque foi a cidade mais rica do mundo por 1.000 anos). A manifestação de fé dos muçulmanos, especialmente ao redor das Mesquitas, é marcante e impressiona. São pacíficos, ordeiros, educados e solícitos.

Ficamos em certo momento perdidos no centro do comércio do bairro Taksim e um vendedor ambulante, que só falava Turco, pegando o cartão do hotel, ligou para o hotel e logo deu as coordenadas para sua localização. Foi uma gentileza e tanto.
A Mesquita Azul, o Palácio Topkapi e a Igreja de Santa Sofia são imperdíveis. Monumentos suntuosos, altos e gigantes, bem conservados, com muita, mas muita história, a qual era sempre reavivada por nosso excelente guia, Mehmet Ali, que já havia morado no Brasil e falava Português fluente de forma impecável. Também tivemos sorte com nosso grupo de excursão, pois era um grupo animado, unido e disciplinado em termos de horários e visitas.

criançasO Gran Bazar também impressionou. Mais de 4.000 lojas, onde se encontra de tudo e mais um pouco. Jóias, ouro, couro, tapetes, roupas, antiguidades, etc. Lojas pequenas e um mundo de vendedores falando todas as línguas e tomando o famoso chá de maça em pequenos copos por todos os cantos. E vendem realmente falando todas as línguas, do Português ao Chinês, detalhe que chamou muito a nossa atenção, tal como a forma de abordagem de venda, onde sempre era colocado um preço bem maior para ser negociado e obviamente reduzido. Isso era até engraçado, pois começava praticamente uma “briga” entre comprador e vendedor até que tudo se solucionava, em paz, com a venda em torno de 60 a 70% do pedido. Não faltava, inclusive, o convite para tomar o chá dentro da loja, ainda que ao final nada fosse comprado. Todos os vendedores, vale ressaltar, são educados, atenciosos e aparentemente não se importam caso nada seja adquirido depois de longa negociação. É do costume deles….

Na Turquia as casas de câmbio são encontradas lado a lado. Muito fácil trocar Euro e Dólar por Liras Turcas no comércio em geral e nas proximidades de hotéis. Muitos caixas eletrônicos também existem pela cidade. A relação é em média, na atualidade, de 1 dólar para 1,75 Liras. (As datas de junho de 2013)

A gastronomia da Turquia também é diversificada, atraente e deliciosa. Os sabores são extremamente agradáveis. Muito Kebab, berinjela, costeleta de cordeiro, esfiha de carne, queijo, peixes, alcachofras, homus, etc. Não estranhamos nada. Aliás, as crianças adoraram os pratos e o atendimento dos garçons, que faziam de tudo para agradar a todos.

adriana manderona

E o Bazar de Especiárias!!! humm. Nunca vi tantas pessoas num mesmo metro quadrado fazendo compras. Visitamos ele num sábado, dia de compras, então imaginem a aglomeração de turistas com a população local. Ali se encontra tudo do bom e do melhor. Correria parecida com a nossa na época de Natal, dia 24 de dezembro. Frutas frescas de qualidade, castanhas, damascos, sementes, vinhos, pães maravilhosos…dá até água na boa ao lembrar daquele lugar fantástico.
Istambul também tem excelentes restaurantes, para todos os gostos. Sua noite é iluminada, com movimentação intensa de pessoas, e seu visual, ao redor do Estreito do Bósforo, não tem igual.
Depois de Istambul, onde se deve ficar no mínimo 3 dias, partimos para Ankara, capital da Turquia. Cidade moderna e grande, com um museu da civilização da Anatólia incrível, além do imponente Mausoléu de Ataturk, fundador da Turquia moderna. Aliás, o patriotismo na Turquia chama a atenção, pois as bandeiras do país são encontradas em casas e estabelecimentos comerciais em todos os lugares.

Depois a Capadócia….ah Capadócia. Coisa linda mesmo. O passeio de balão foi a maior aventura de nossas vidas. Muito seguro e organizado, este passeio é um dos mais procurados pelos turistas. O balão sai por volta das 6:00 horas, com o nascer do sol, entre montanhas e ruínas vulcânicas, e dura uma hora. Vai allltooo, o vôo é tranquilo e silencioso. Nosso “cestinho” tinha 22 pessoas… dos maiores…e chegou em torno de 1.200 metros de altura…uuumm. Subiram 130 balões naquele dia. Nossas fotos ficaram tão incríveis que muitos pensam que foi montagem. Nesse ponto, inclusive, tivemos sorte, pois no dia anterior e no posterior ao do nosso passeio os balões não saíram da terra em razão do mau tempo. No nosso dia, porém, o céu estava aberto, lindo e claro. A paisagem, na verdade, é indescritível…

Visitamos também as igrejas escavadas no Goreme, a Capela de São Jorge e muitos outros lugares marcantes. Vimos camelos e compramos as famosas bonequinhas de pano da região.

Assistimos um show dos Deviches, com a dançarina brasileira Clara, que foi excelente e muito alegre.

Depois passamos por Konya, Pamukkale, com suas lindas cascatas formadas por águas calcareas de sal, além de kusadasi, com sua magnífica praia.
Partimos, a seguir, para Tróia, marcante pela sua história e suas ruínas, bem como por Éfeso, uma segunda Roma, com palácios reerguidos, onde se tem também a “Casa de Maria”, um lugar Santo, de muito respeito e silêncio.

Fomos para Pergamo e Canakkale já no caminho de volta, retornando em seguida para Istambul com o fim de nossa fantástica viagem. Assim, foi um grande aventura.

Valeu muito a pena visitar a Turquia, mesmo com crianças pequenas, pois é um país onde nos sentimos muito seguros, com várias pessoas falando Português, Espanhol e Inglês, tendo um povo acolhedor e respeitoso.

A Tuquia, por sinal, superou todas as nossas expectativas. Foi muito além do que esperávamos e imaginávamos. Nosso agradecimento especial, por fim, ao nosso exemplar guia Ali, que mostrou seu país como um anfitrião preparado e gabaritado, da mais alta categoria..

Abraços

Adriana Mangerona e família.

 

Quer fazer uma viagem com a sua família pela Turquia? Não espere, mande um e-mail. Vamos planejar tudo junto com a orientação em português. turquiapasseios@gmail.com

 

One Reply to “Relato da família que viajou pela Turquia com crianças”

  1. Prezada Adriana,
    Estou indo para a Turquia em Junho do ano que vem e por isso já estou começando a organizar a minha viagem. Vi em seu relato que você usou um Guia que gala português. Você poderia me dar o contato dele?
    Att,
    Andrea

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *